35 horas

A ser verdade – e convenhamos que nesta novela os jornais se têm precipitado a dar “boas” e “más” notícias depois desmentidas – que o governo vai atirar as 35 horas na Função Pública para as kalendas o fim do ano, pode ser que tenhamos o prazer de ouvir Ana Avoila a anunciar a frequências dos momentos de greve este ano:

E concordemos que com o ritmo alucinante de trabalho na função pública uma greve de vez em quando é fundamental para descansar.

This entry was posted in governo, Humorzinho and tagged , , , . Bookmark the permalink.